sexta-feira, 27 de maio de 2016

LEONARDO COUTINHO DEU CALOTE EM BANCOS


Os trabalhadores do Município de Caxias – MA estão impedidos de contraírem empréstimos consignados no Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Desde 2014 que os trabalhadores municipais sofrem constrangimentos em lojas da cidade quando estes tentam fazerem compras no crediário, ao consultarem os CPF’s são encontradas restrições cadastrais dos bancos acima citados.

Ainda em 2014 um grupo de 14 pessoas entrou na justiça contra os bancos, pois com os contracheques eles comprovaram que houve os descontos das referidas parcelas dos empréstimos cobradas pelo Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, mas os bancos comprovavam também que as parcelas estavam inadimplentes.

Depois de todos esses constrangimentos, o grupo entrou na justiça contra o Município que havia descontado nos seus salários os valores das parcelas dos bancos em questão e o prefeito Leonardo Coutinho não repassava para os mesmos.

Lembrando que o banco faz o empréstimo às pessoas interessadas e o Município fica responsável em fazer os devidos descontos dos valores correspondentes às parcelas de cada empréstimo e repassar ao banco, porém, não era isto que ocorria segundo informativos de várias pessoas, o prefeito quando iria repassar o dinheiro que desconta em um mês, era entre os dias 15 a 25 do mês subsequente quando já estava com duas parcelas em aberto e por causa desses constantes atrasos era que os bancos enviavam cartas cobranças para os devedores e colocavam seus nomes no SPC, configurando assim o calote do prefeito de Caxias.

Depois de todos esses anos a prática do prefeito Leonardo Coutinho era a mesma em atrasar os repasses descontados nos salários dos trabalhadores, então, os bancos tomaram uma posição, só irão fazer empréstimos consignados aos trabalhadores municipais se o prefeito se comprometer e cumprir em repassar os valores descontados dos trabalhadores aos bancos no mesmo mês corrente, ou seja, o dinheiro descontado no mês de maio de 2016, o prefeito deve entregar aos bancos até 31/05/2016, do contrário, os bancos não emprestará mais dinheiro até janeiro de 2017 quando deve haver a posse de uma nova gestão!


Nenhum comentário:

Postar um comentário