sexta-feira, 12 de agosto de 2016

GILMAR AUTORIZA INVESTIGAÇÃO CONTRA PT, PP E PMDB, MENOS PSDB





Jornal GGN - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, decidiu acatar ao pedido de abertura de processos de investigação eleitoral contra o PP e o PMDB, após ordenar a apuração contra o PT. Até o momento, Gilmar não deu aval à abertura de investigação contra o PSDB.

Os pedidos foram feitos pela ministra Maria Thereza de Assis Moura, corregedora do TSE, nesta terça-feira (09). Além disso, também pediu a apuração das contas de campanha do senador Aécio Neves (PSDB), sobre a candidatura às eleições presidenciais de 2014 na qual foi derrotado.

Ocupando o cargo de corregedora da Justiça Eleitoral, sugeriu a abertura das investigações contra os três partidos, após Gilmar Mendes, presidente do Tribunal, pedir a apuração sobre o PT.

Para Maria Thereza, as delações premiadas de investigados da Operação Lava Jato - argumento usado por Gilmar para pedir a investigação - também trazem suspeitas de irregularidades nas campanhas dos outros três partidos. Acusados de receber propina disfarçada em doações eleitorais, se comprovados os crimes, os três partidos podem até perder o registro na Justiça Eleitoral.

Mas, até agora, Gilmar posicionou-se apenas sobre o PT, PP e o PMDB. Na própria terça-feira (09), os processos relacionados ao PP e PMDB foram encaminhados a Gilmar. Nesta quarta (10), pediu que os técnicos do tribunal também averiguassem a campanha de Aécio Neves, que em agosto de 2015, já mostrava haver irregularidades. Mas como os ministros privilegiam o julgamento das contas dos candidatos eleitos, o caso ficou paralisado.

A ministra pediu as investigações faltando três semanas para acabar o seu mandato no TSE. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário