terça-feira, 16 de agosto de 2016

GOLPE ATRASA RELÓGIO DO MORO

Delação da Odebrecht e do Cunha ficam para depois...
publicado 15/08/2016


Eleitor entrar na cabine para eleger Fernado Haddad prefeito de SP.
Agora, aquele juizeco de primeira instancia, que tem obsessão pelos Estados Unidos, marcou a delação da Odebrecht para depois também da votação no Senado.

É provável que ele se tenha comovido pelo dramático apelo que o Fernando Henrique Brasif fez a Emilio Odebrecht por Cerra e Aecím.
E eles acham que o povo, a Corte da ONU, o New York Times e o Glenn Greenwald não percebem...

Esses interinos não podem sair do banheiro.
PHA

Para ajudar o golpe de Temer, Lava Jato só homologará em novembro delação de Odebrecht

Alguém ainda tem dúvida de que a Lava Jato tem parte com o tinhoso, isto é, com o golpe de Michel Temer (PMDB)? Pois, então, fique sabendo que a delação da Odebrecht foi adiada para novembro.

A força-tarefa de Sérgio Moro ajuda no golpe de tinhoso (by Ciro Gomes) cada vez que joga a explosiva delação para depois da votação do impeachment no Senado.

Dilma Rousseff vai ao juízo final no dia 25 de agosto, portanto, antes da bomba que poderia detonar a pretensão do tinhoso permanecer no cargo. Pelo sim pelo, os senadores votarão o “Fora Temer” daqui a 10 dias.

Todos sabem o interino tinhoso será a próxima bola da vez, conforme delações já vazadas, mas a coordenação da Lava Jato mostra-se cada vez mais envolvida emocionalmente com o golpe e a luta pelo afastamento da Presidente da República.

Segundo vazamentos de trechos da delação a procuradores, Temer abiscoitou R$ 11 milhões em propina da Odebrecht e seu ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, outros R$ 23 milhões.

A informação de que a megadelação da Odebrecht ficará para novembro é do jornalista Lauro Jardim, em sua coluna deste domingo (14) n’O Globo, jornal que atua como porta-voz do golpe de Estado.

Em tempo: esse Bessinha... Os delegados aecistas ainda vão pegar o Bessinha... - PHA


Nenhum comentário:

Postar um comentário