terça-feira, 6 de setembro de 2016

MAIS MANOBRA: CUNHA “SOME” PARA NÃO SER NOTIFICADO SOBRE VOTAÇÃO DE SUA CASSAÇÃO

Procurado por funcionários da Câmara em três endereços, Cunha “sumiu” e não pôde ser notificado sobre a sessão da próxima segunda (12), que vai analisar o parecer do Conselho de Ética que recomenda a cassação de seu mandato


Por Redação



O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), fez mais uma manobra para adiar a cassação do seu mandato. Procurado por funcionários da Câmara em três endereços, Cunha “sumiu” e não pôde ser notificado sobre a sessão da próxima segunda (12), que vai analisar o parecer do Conselho de Ética que recomenda a cassação de seu mandato.

Na sexta, eles o procuraram em seu apartamento funcional em Brasília. Nesta segunda-feira (5) tentaram localizá-lo novamente na capital federal e nos dois endereços fornecidos por ele no Rio: a sua residência e o seu escritório político. Se Cunha não for encontrado após três tentativas em cada endereço, a Câmara publicará a notificação no Diário Oficial da União.

Em entrevista ao jornal O Globo, Cunha disse que “ninguém telefonou para ele para combinar” e que ele “não é obrigado a ficar disponível”.
“Ninguém me procurou, ninguém ligou. Sexta eu estava no Rio e foram à casa em Brasília. Hoje, que não estou (no Rio), foram lá. Era só telefonar e combinar. Não sou obrigado a adivinhar e nem ficar disponível, esperando”, disse Cunha ao jornal.

Segundo a mesma publicação, aliados do ex-presidente estudam duas estratégias para evitar a cassação de Cunha: faltar à sessão e derrubar o julgamento por falta de quórum ou trocar a pena de perda de mandato pela suspensão temporária, de 90 dias ou até seis meses.

Em se tratando de bandido de maior periculosidade Eduardo Cunha, orientado por outros bandidos não menos “qualificados” na arte da trama para se beneficiar e prejudicar mais o Brasil, Eduardo Cunha e seus aliados estão armando com essa história de não ser encontrado. Ora se dezenas de policiais federais não encontraram a mulher de Eduardo Cunha para lhe intimar, como um simples funcionário da Câmara vai encontrar Eduardo Cunha? Porém um policial federal encontrou a mulher de Cunha para lhe devolver seu passaporte.

Você acredita em papai Noel, Saci Pererê, Mula sem Cabeça?...

(Crivo nosso)


Nenhum comentário:

Postar um comentário