sábado, 19 de novembro de 2016

FOLHA COBRA, EM EDITORIAL, PUNIÇÃO A AÉCIO E SERRA NA LAVA JATO


Editorial "Longe de terminar", da Folha de S. Paulo, defende que após o purgatório do PT e do PMDB, que viu nesta semana a prisão de Sergio Cabral, chegue a hora do PSDB, até agora blindado pelo Judiciário; "Ampla zona permanece em aberto, quando se tomam em conta as referências, em delações premiadas, a figuras-chave do PSDB, como Aécio Neves e José Serra", diz o texto


19 de Novembro de 2016


247 – No editorial Longe de Terminar, publicado neste sábado, a Folha de S. Paulo defende que a Lava Jato chegue ao PSDB.

"Sendo plausível presumir que nenhuma obra pública de vulto se constrói sem corrupção, no Brasil, parece sensato dizer que, em tese, a longa sequência de operações e prisões originada com a o Operação Lava Jato não tem data para terminar", diz o texto.

"A ponta do novelo foram as operações do doleiro Alberto Youssef, que nesta mesma semana fez o caminho inverso aos de Cabral e Garotinho: depois de dois anos e oito meses detido, beneficia-se agora da prisão domiciliar", prossegue.

"O ciclo, porém, está longe de se fechar. Ampla zona permanece em aberto, quando se tomam em conta as referências, em delações premiadas, a figuras-chave do PSDB, como Aécio Neves e José Serra."





Nenhum comentário:

Postar um comentário