quarta-feira, 17 de maio de 2017

SINTRAP CONSEGUE DERRUBAR A PORTARIA 955/2017 - GAB/SEMECT QUE AUMENTAVA EM 30 MINUTOS DE TRABALHO POR DIA AOS PROFESSORES DO 1º AO 5º ANO

          17 de maio de 2017


O Sindicato ficou sabendo dia 11/05/2017 às 15h30 de uma Circular que a Secretária de Educação havia publicado, Ana Célia convocou todos os Diretores e Coordenadores das escolas municipais e em reunião entregou a Circular aos Diretores onde aumenta em 30 minutos o tempo de trabalho em sala de aula dos professores do 1º ao 5º sem reajuste salarial.


O Sindicato sério como é o Sintrap, independente de Governo convocou logo uma Comissão e fez-se um estudo da Circular ainda na noite do dia 11/05/2017 e no dia 12/05/2017 às 8h30 já estava tentando uma audiência de imediato com a Secretária de Educação Professora Ana Célia para resolver a referida situação dos trabalhadores, da reunião do dia 12/05 provocou outra para o dia 15/05 às 16h00 e por último na reunião do dia 17/05/2017 às 17h00 o Governo enviou sua Assessoria Jurídica para informar à Comissão do Sindicato que a referida Portaria estava cancelada.



O SINTRAP mais uma vez prova que só a luta muda a vida.

Se os Professores do 1° ao 5º ano não tivessem resistido a esse absurdo e o Sindicato não agisse rápido, todos estariam trabalhando iguais escravos sem direitos a nada.

Mas chegou ao fim desta batalha, conforme afirmou o Adv. Samuel Pereira Assessor Jurídico da SEMECT à Comissão do SINTRAP que a Portaria 955/2017 – GAB/SEMECT que obrigava os Professores trabalhar 30 minutos a mais por dia estava cancelada e que amanhã dia 18/05/2017 sairá outra Portaria confirmando a efetividade do 1/3 da jornada do trabalho fora da sala de aula, sendo o Professor que escolherá onde vai cumprir esse 1/3 da jornada fora da sala de aula.



A nova Portaria chegará às escolas municipais de Caxias ainda neste dia 18/05/2017 orientando os Diretores e Coordenadores a cumprirem o 1/3 da jornada de trabalho dos Professores fora da sala de aula.

A Senhora Secretária de Educação Professora Ana Célia Pereira Damasceno de Macêdo poderia no ensejo publicar e divulgar uma Circular informando aos Diretores para não cobrar reposição de aula dos Professores quando estes estiverem de atestado médico. Pois um atestado médico é uma licença médica e quem está de licença médica não repõe aula. 

E este tema já foi discutido no dia 30/01/2017 e ficou acertado que a Senhora Secretária de Educação Ana Célia divulgaria uma Portaria orientando os Diretores a não cobrar a reposição de aula quando o Professor estivesse de atestado médico, mas até hoje não saiu esta Portaria.


SINTRAP




Nenhum comentário:

Postar um comentário