domingo, 9 de julho de 2017

SINDICATO NÃO NEGOCIOU DIAS DE FÉRIAS DOS PROFESSORES COM SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

    9 de julho de 2017


No início do ano a Secretaria de Educação chamou o Sindicato para fazer acordos sobre o calendário escolar. O Sindicato participou de um encontro em que afirmou que os professores estavam disponíveis para o trabalho a partir de seu término das férias e que qualquer atraso no calendário escolar não seria responsabilidade do professor e sim do governo.

Os representantes da secretaria argumentaram que era início de um outro governo, que precisavam de tempo para verificar as licitações para o transporte, merenda escolar e contratações de pessoal. Sugeriram adiar o início das aulas para março, que seria o tempo para organizar.

Após as “justificativas” da Secretaria, mesmo o Sindicato sendo contra os trabalhos aos sábados, abriu uma exceção para este ano, sugerindo transferir os planejamentos para os sábados que, na proposta inicial da secretaria, estavam no meio da semana, e assim fecharia o primeiro semestre mantendo os quinze dias de férias do professor.

Foram estes os acordos realizados entre Sindicato e Secretaria de Educação sobre o Calendário Escolar. Mas quando o calendário chega às escolas, o que vem determinado é o primeiro semestre avançar no direito das férias dos professores. Férias é um direito do trabalhador e o SINTRAP não negocia os direitos dos trabalhadores.


SINTRAP












Nenhum comentário:

Postar um comentário