quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

VILA PARAÍSO, SEM ESCOLAS, SEM CRECHES, SEM PRAÇAS, SEM POSTO DE SAÚDE ABANDONADA PELO PODER PÚBLICO

27 de dezembro de 2017




Ao ser planejado um conjunto habitacional, deveria vir no projeto para atender as necessidades básicas daqueles que irão morar no local como: Saúde, Educação, transporte coletivo, segurança, lazer e outros. Na Vila Paraíso estas condições básicas de moradia não foram respeitadas pelos Coutinhos e até agora o Governo Gentis/Marinhos não demostraram preocupação em resolver estes problemas dos moradores.


Ainda com os Coutinhos veio a metade dos recursos para a construção de duas creches R$ 1.200.000,00 (hum milhão e duzentos mil reais). As construções foram iniciadas, porém como Leonardo Coutinho não foi eleito, carregaram todos os materiais que já haviam sidos comprados com esses recursos federais e não utilizados, agora as construções estão há meses em abandono, embora este Governo Gentis/Marinhos tenha recebido para concluir os serviços das creches R$ 917.409,76 (novecentos e dezessete mil, quatrocentos e nove reais e setenta e seis centavos).





Um galpão foi adaptado para atender a Educação Infantil e uma parte dos alunos são transferido para o Colégio Caxiense, acumulando um custo com transporte e um aluguel de um prédio caindo aos pedaços a preço de ouro, os demais alunos que moram na Vila Paraíso que estudam em outras escolas, pagam moto táxi, ônibus coletivos criando mais despesas aos pais e responsáveis. Toda via, todos os alunos de escolas públicas têm direito garantido de transporte escolar gratuito aqueles que necessitam.

Os moradores do conjunto não tem informações de onde e quando serão construído Escolas, Posto de Saúde e praças na Vila Paraíso. Muitos falam que antes no conjunto havia terreno vazio que deveria servir para as construções destas obras pública, mas depois que Leonardo Coutinho perdeu as eleições para prefeito, mandaram cercar todos os terrenos, lotearam e estão vendendo e ficando assim os moradores sem escolas, posto de saúde, praças, ginásio poliesportivo.

O Prefeito Fábio Gentil que veio como o “redentor” não faz nada, o Ministério Público continua deitado em berço esplêndido e a subseção da OAB em Caxias – MA só apareceu no período da enchente que inundou várias casas e depois desapareceu sem mostrar para que serve!













Nenhum comentário:

Postar um comentário