sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

O PREFEITO DE ALDEIAS ALTAS MA DESRESPEITA E AGRIDE OS DIREITOS DOS PROFESSRES


Prefeito Zé Reis 
Secretário Márcio Gaído




O Prefeito José Reis Neto e seu Secretário de Educação Márcio Lobo Lima, mais conhecido por Márcio Gaído neste ano, estão desrespeitando e agredindo os direitos dos Trabalhadores da Educação, não concedendo o reajuste anual de 6,81%, aumentando a carga horária e não implantando 1/3 da jornada semanal fora da sala de aula conforme expressa o §4º do Artigo 2º da Lei nº 11.378/2008.


Até o ano passado, os Professores que trabalhavam do 6º ao 9º, era respeitado o 1/3 da jornada semanal fora da sala de aula, ficando prometido para 2018 que os professores que tralhavam do Ensino Infantil ao 5º ano seriam contemplado também com 1/3 da jornada semanal fora da sala de aula, mas o que o prefeito e o secretário querem fazer são coisas absurdas, não concedendo o reajuste salarial de 6,81% que o governo federal determinou para os professores, aumentou a carga horária e não concedeu 1/3 para os professores da Educação Infantil ao 5º ano.

Vejam a maldade proposta por este governo: aumentar a hora aula de 50 minutos para 60 minutos, aumentou a carga horária de 13 horas semanais para 16 horas dos professores que trabalham do 6º ao 9º ano. Eles querem que os professores garantam os 200 dias letivos e as 800 horas aulas que os alunos têm direito, toda via, estes direitos dos alunos quem tem o dever de garantir é o Município e a Secretaria de Educação e não os professores, pois do contrário não haverá o 1/3 da jornada semanal fora da sala de aula.



Os professores agora melhor organizados lhes disseram não, queremos que o terço da jornada semanais seja estendida para todos os professores, não aceitamos o aumento da carga horária, queremos que sejam construídas e reformadas escolas para abrigar os filhos dos trabalhadores, ou seja, as escolas existentes em Aldeias Altas não são suficiente e mesmo assim estão em péssimo estado de conservação, exigimos que os professores que trabalham da Educação Infantil ao 5º ano recebam por 25 horas, uma vez que eles trabalham as 25 horas e estão recebendo apenas por 20 horas há muito tempo.

O prefeito e o secretário de Educação com seus orgulhos feridos, determinou que as aulas seja iniciadas em algumas escolas nesta segunda-feira dia 26/02/2018, porém, nestas escolas as quais foram obrigas iniciar as aulas, não há professores para todas as turmas.



Na Assembleia do dia 23/02/2018 às 16h00 na Sede do Sindicato foi explanado todas as situações de agressões, desrespeitos até com assédio moral, terrorismo psicológico, mas ficou decidido nesta Assembleia, que todos os professores não deverão trabalhar nestas escolas até as reivindicações serem atendidas, depois sim, as aulas deverão começar em todas as escolas da Rede municipal com todos os professores para todas as turmas, pois havendo aulas em algumas escolas e outras não, isto é um ato irregular.




Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Aldeias Altas – MA (SINTRAP/AA)













2 comentários:

  1. Esses prefeitos precisam saber que as 800 horas devem ser ministradas em no MÍNIMO 800 dias letivos... assim, não tem porque impor aos professores 16 aulas semanais.

    ResponderExcluir
  2. Esses prefeitos entram pobres e saem ricos e os q já tem algum dinheiro, saem mais ricos ainda e a justiça....... ..!

    ResponderExcluir