quarta-feira, 20 de junho de 2018

KOTSCHO: PODERES ABSOLUTOS DA LAVA JATO ESTÃO CHEGANDO AO FIM

20 de junho de 2018





"A República de Curitiba comandada por Sergio Moro, que reinava absoluta sem dar satisfações a ninguém, fazendo as suas próprias leis, foi novamente derrotada pelo Supremo Tribunal Federal, como já havia acontecido na semana passada com a proibição das conduções coercitivas", diz o jornalista Ricardo Kotscho, ao comentar a absolvição por unanimidade da senadora Gleisi Hoffmann


247 - O jornalista Ricardo Kotscho afirmou nesta quarta-feira, 20, que os poderes absolutos da Lava Jato podem ter chegado ao fim, ao comentar a decisão do Supremo Tribunal Federal que inocentou a senadora Gleisi Hoffmann por 5 a 0 das acusações de corrupção e lavagem de dinheiro (leia mais).

"A República de Curitiba comandada por Sergio Moro, que reinava absoluta sem dar satisfações a ninguém, fazendo as suas próprias leis, foi novamente derrotada pelo Supremo Tribunal Federal, como já havia acontecido na semana passada com a proibição das conduções coercitivas", diz Kotscho. 
Ele lembra que a mesma Segunda Turma do STF julgará na próxima terça-feira, dia 26 o novo pedido de libertação do ex-presidente Lula até que o STF julgue o mérito do processo, o que até hoje não aconteceu. 
"Talvez a força-tarefa da Lava Jato agora possa se dar conta de que seu poder absoluto sobre os processos, que até aqui vinha sendo referendado pelo STF, esteja chegando ao fim. Até onde se sabe, a Constituição de 1988 e o Código Penal continuam em vigor. Foi isso que os ministros do STF quiseram dizer com suas decisões", diz Kotscho. 
Leia o texto na íntegra no Balaio do Kotscho



Fonte: Brasil 247   por Ricardo Kotscho 

















Nenhum comentário:

Postar um comentário