quinta-feira, 11 de outubro de 2018

MELHOR PREFEITO DO MUNDO: CONHEÇA OS PRÊMIOS DA GESTÃO HADDAD


11 de outubro de 2018



Se Fernando Haddad fosse o chefe de São Francisco (EUA), Berlim ou alguma outra metrópole de característica inovadora, ele seria reconhecido como um visionário em políticas urbanas”. A avaliação, feita pelo The Wall Street Journal em setembro de 2015, resume com precisão a gestão do hoje candidato a presidente da República quando esteve à frente do governo municipal de São Paulo.


A publicação exaltava na ocasião os programas sociais inovadores implantados por ele durante os quatro anos em que esteve como prefeito. Muitos deles, aliás, reconhecidos e premiados internacionalmente.



Eleito em 2012, Haddad passou o primeiro ano literalmente botando a casa ordem em razão da péssima herança deixada pelo governo anterior. Mesmo assim, teve ousadia para criar projetos que mudariam para sempre a rotina da população da cidade.

Mobilidade urbana

A primeira vitrine do seu governo foi uma iniciativa voltada para a mobilidade urbana. Sob a premissa de “tirar o máximo de carros das ruas”, foi criado o Mobilab: Laboratório de Inovação em Mobilidade da Prefeitura de São Paulo. A ideia era, a partir de startups, mudar o relacionamento da administração pública com a tecnologia e a inovação, envolvendo, ainda, a sociedade civil. Com esse projeto, a gestão de Haddad faturou em 2014 o prêmio MobiPrize 2014 na categoria “Estado/Cidade empreendedor” .

O prêmio é organizado pela Universidade de Michigan (EUA) e foi um reconhecimento à inovação e aos esforços da prefeitura de São Paulo em construir de maneira colaborativa cultura sustentável para o transporte da cidade.

No ano seguinte, a gestão Haddad ganharia mais um reconhecimento em mobilidade urbana com a conquista da 10ª edição do Sustainable Transportation Award (STA) devido avanços feitos na cidade para a consolidação de políticas públicas que priorizem o transporte coletivo e os “modos ativos” como as bicicletas.

Em sua gestão, Haddad passou a disponibilizar 30% do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb) para o transporte coletivo, sistema cicloviário e de circulação de pedestres e para a limitação de vagas em garagem para novas construções. Hoje, São Paulo conta com mais de 400 km de ciclovias e faixas exclusivas de ônibus, também destacadas pela premiação.

A consolidação das conquistas em mobilidade viria com o Prêmio Rainha Letizia de Acessibilidade Universal de Municípios Latinoamericanos e a cidade de São Paulo recebeu 15 mil euros por suas políticas para pessoas com deficiência. As medidas incluem todo o trabalho feito pela Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA) como o Sistema Atende de Transporte Porta a Porta e o cartão DEFIS, que autoriza que os veículos de pessoas com deficiência estacionem em vagas reservadas em locais públicos.

Meio ambiente

Além da revolução em mobilidade urbana, Haddad esteve à frente de outras grandes conquistas para a cidade de São Paulo. Um deles foi o Prêmio Hora do Planeta 2015. Entregue pela World Wildlife Fund International (WWF), reconheceu o compromisso da capital paulista na preservação do meio ambiente, com a adoção de medidas que reduzem a poluição proveniente do trânsito e de outras fontes de emissão de gases, como aterros sanitários. São Paulo modernizou sua frota de ônibus, optando por tecnologias de ônibus híbridos e movidos a etanol, e iniciativas de geração de energia renovável, como a produção de biogás a partir dos aterros.

Agricultura

Em 2016, o nome de Haddad se firmaria no cenário internacional ao faturar o Prêmio Mayors Challenge 2016 que reconhece iniciativas municipais que promovem o desenvolvimento urbano sustentável. Além de ser reconhecido com o “o melhor prefeito do mundo”, o petista ainda conseguiu US$ 5 milhões que foram investidos em um projeto de agricultura familiar em Parelheiros, na Zona Sul da capital.

A verba foi para o projeto “Ligue os pontos”, plataforma de encontro entre produtores e consumidores e oferece ao poder público municipal uma preciosa ferramenta de articulação de ações setoriais para formular políticas públicas integradas. O prêmio é promovido pela Bloomberg Philanthropies, do magnata e ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.

Plano Diretor

Mesmo depois de deixar o comando da Prefeitura de São Paulo, Haddad seguiu arrebatando prêmios internacionais. Ano passado, por exemplo, o seu Plano Diretor foi eleito um dos quatro ganhadores do mundo das Melhores Práticas Inovadoras da Nova Agenda Urbana da ONU Habitat.

“O propósito do Plano [Diretor do município] é fazer uma cidade mais humana, moderna e equilibrada, através do trabalho e da habitação para enfrentar as desigualdades sócio-territoriais. Para isso, estabelece um projeto democrático de cidade, inclusive ambientalmente responsável, produtivo e, sobretudo, de melhora de qualidade de vida”, publicou a nota da ONU.

Na ocasião, o ex-prefeito comemorou o título e lembrou também do reconhecimento do prestigiado site de urbanismo, o Archdaily.”Já são sete os prêmios internacionais obtidos pela nossa gestão.
Uma pena a mídia tradicional local não ter pautado temas dessa envergadura, que efetivamente moldam o futuro da nossa cidade”, lamentou Haddad.

Por Henrique Nunes 
Clique aqui para entrar no grupo de WhatsApp e receber imagens, vídeos e notícias para compartilhar pró-Haddad e contra Bolsonaro

Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista
.

Fonte: Plantão Brasil por Henrique Nunes























Nenhum comentário:

Postar um comentário