sábado, 17 de novembro de 2018

EM CUBA OS MÉDICOS APRENDERAM A NÃO NEGAR ATENDIMENTO A NINGUÉM

17 de novembro de 2018






NOTA DE REPÚDIO!!!


“Durante 7 anos morei, estudei, e fui acolhido da melhor forma possível em Cuba, hoje sou obrigado a ver milhares de pessoas que não têm ideia do que estão falando, julgando a soberania de um país, que, mesmo com toda a dificuldade financeira do mundo, tem os índices mais baixos que países de primeiro mundo, que é respeitado por obter a melhor Medicina preventiva do mundo.

Trabalho no programa Mais Médicos para o Brasil, programa criado para que médicos brasileiros trabalhassem em área rural, e, que surpresa! Quase nenhuma das vagas foi ocupada, por isso o governo brasileiro trouxe médicos de Cuba, pois esses aprenderam a não negar atendimento a ninguém, e trabalhar em lugares que os brasileiros formados aqui se negam a ir sem ter a remuneração privilegiada que acham que merecem, e, hoje, se sentem no direito de chamar os médicos cubanos de escravos, por aceitarem o trabalho que eles não querem, e que não paga o que eles acham que merecem.

Fui ensinado, e fiz um juramento ético que me diz que jamais poderei me negar a atender alguém que precise, trabalho em uma comunidade rural a 50 minutos de carro de onde resido, vou e volto todos os dias, só eu sei o quanto é difícil e doloroso viajar todos os dias, o quanto fico com dor nas costas, o quanto é difícil comer poeira, isso não chega nem perto do que alguns dos meus companheiros passam, alguns nem energia têm, e ainda assim fazemos o nosso trabalho com muito amor, dando aos nossos pacientes o nosso melhor, sem medir esforços. E, agora, pessoas que acreditam que têm o direito de serem melhores que nós, de ganharem melhor, que não sabem o que fazer sem a estrutura que foram doutrinados a ter o tempo todo... A educação médica no Brasil ensina que o médico é privilegiado, em Cuba aprende-se que o médico deve ser humano, deve ter humildade, deve ser generoso, isso não se aprende aqui, aqui a doutrina é que médico pode se achar Deus.

Triste essa situação, só queria deixar meus parabéns a todos os que votaram no Bolsonaro, e dizer que vcs prestaram um grande desserviço ao povo brasileiro.
Podem soltar foguetes de novo, pois o candidato de vcs vem cumprindo tudo o que prometeu em sua campanha. Vamos esperar os próximos capítulos dessa novela.

A meus amigos cubanos, quero deixar aqui o meu agradecimento, vcs ensinaram ao povo brasileiro que eles merecem mais do que têm na Saúde, que eles podem e devem ser tratados de forma humana e respeitosa, e isso não tem dinheiro no mundo que pague. Sintam-se todos abraçados, e desculpem a forma como vcs estão saindo do meu país, vcs mereciam mais que isso. 😔

Em Cuba, os médicos estudam por vocação, pois lá um médico ganha o mesmo que um professor, e não é tratado de forma diferente, é tratado como um servidor, e não como privilegiado. Quem dera que aqui no Brasil fosse assim, pois apenas dessa forma ribeirinhos, comunitários, quilombolas, indígenas, e pessoas que sempre foram esquecidas, a quem o Mais Médicos trouxe de volta a sua dignidade, terão o atendimento médico que merecem.

E aqui quero deixar uma pergunta, quem são os verdadeiros escravos: aqueles que servem por amor e por vocação? Ou aqueles que servem por dinheiro e privilégio? A resposta eu deixo para vcs. Reflitam, pois o sangue já foi derramado e a saúde particular agradece, o CFM também, vcs fazem da Saúde no Brasil um negócio muito lucrativo. O povo carente vai pagar a conta como sempre.”


Dr. Rafael Batista














Um comentário:

  1. Dr. Rafael Batista - VAI PRA CUBA INFELIZ, LÁ TU VAI SER FELIZ, SAÍ FORA DE NOSSO PAÍS, CRÁPULA.

    ResponderExcluir