sexta-feira, 16 de novembro de 2018

OS COXINHAS E BOSONAZI CHAMAM MÉDICOS CUBANOS DE ESCRAVOS, MAS NÃO SE INDIGNA COM OS BRASILEIROS ESCRAVOS DE VERDADE

                                           Escravos brasileiros, você se importa?
16 de novembro de 2018




Se olharmos nas grandes fazendas no Sul do Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Bahia e outros estados se ver milhares de brasileiros impedidos de voltar para suas casas, trabalham em situações abaixo de precárias, como os fiscais do Ministério do Trabalho classificou e determinou a solturas de milhares, porém, ainda existem muitos

 Escravos brasileiros por que não há defesa? 


O Bosanazi e seus seguidores coxinhas não falaram nada sobre o assunto?

 Isto aqui é escravidão dos brasileiros, os médicos cubanos não são escravos, basta ver Bosonazi e coxinhas!


Ah, se está se falando de médicos cubanos, então vamos falar dos médicos brasileiros que são contratados pela UNIMED que recebem 30% dos salários e a empresa fica com 70%, esta temos certeza e as outras operadoras de Planos de Saúde que os hipócritas não falam nada?

Hipócritas (Canalhas) não mostra o arqueiro no olho de teu irmão, tira primeiro o arqueiro do teu olho e depois informe a teu irmão.” (João:00?)


Escravidão está no Brasil, corrija aqui primeiro, deixa Cuba cuidar de seu Regime.


Se falarmos nos trabalhadores nas lojas dos pequenos municípios que recebem menos de meio (½) salários, empregadas domésticas que são escravizadas e não aparece nenhum coxinhas e Bosonazi pra dizer que isto é escravidão. Por que vocês não falam que explorar trabalhadores é escravidão? Porque são canalhas, amoral, sem dignidades, cegos e surdos de consciências?














Nenhum comentário:

Postar um comentário