sexta-feira, 1 de março de 2019

MINISTRO DA DEFESA DENUNCIA QUE DESERTORES VENEZUELANOS RECEBEM 20 MIL DÓLARES

1 de março de 2019





O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino López, informou nesta quinta-feira (28) que os mais de 100 membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) que desertaram receberam ofertas de até 20 mil dólares para trair a Pátria



247, com AVN - O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino López, informou nesta quinta-feira (28) que os mais de 100 membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) que desertaram recberam ofertas de até 20 mil dólares para trair a Pátria.

"Contabilizamos mais de cem membros da Guarda Nacional entre oficiais, muito poucos oficiais realmente, que atravessaram a fronteira com expectativas; ofereceram-lhes até 20 mil dólares; para nós, estes nunca foram soldados, um soldado nunca poderá ser um mercenário, um soldado atende a código de princípios, de atuação ética no exercício de sua profissão", disse Padrino López em entrevista à jornalista da Telesur, Madelein Garcia.
O general Padrino López, acrescentou que a ausência de jovens que cruzaram a fronteira sob falsas promessas não representa um vazio nas fileiras do corpo militar.
"Esses que se passaram para o outro lado com uma promessa de 20 mil dólares são jovens enganados", disse.
Padrino López afirmou também que ser soldado não consiste apenas em vestir um uniforme, "soldado é aquele que tem códigos internos, princípios, valores, patriotismo e vontade de defender a Venezuela, amor pela Pátria".
Apesar dessas deserções, o ministro da defesa enfatizou que nas Forças Armadas venezuelanas há "coesão e patriotismo" e quenos quartéis se percebe "o sentimento patriótico e nacionalista dos oficiais".


Fonte: Brasil 247






Um comentário:

  1. E vc acredita? claro que sim. Como não acredita que o povo tá sendo massacrado. Vamos ser mais humano e deixar de patriotismo, Vc já viu algum ladrão dizer que robou?

    ResponderExcluir