terça-feira, 13 de agosto de 2019

NA PAULISTA, MILHARES DE ESTUDANTES PROTESTAM CONTRA DESMONTE DA EDUCAÇÃO


13 de agosto de 2019





Milhares de estudantes, professores, trabalhadores, ativistas de movimentos sociais ocupam na noite desta terça-feira, 13; vão do Masp e parte da avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra o corte de recursos da Educação e contra a reforma da Previdência; manifestações ocorrem em mais de 50 cidades



247 - Milhares de estudantes, professores, trabalhadores, ativistas de movimentos sociais ocupam na noite desta terça-feira, o vão do Masp e parte da avenida Paulista, em São Paulo, em protesto contra o corte de recursos da Educação e contra a reforma da Previdência. O projeto "Future-se", que pretende terceirizar o financiamento da educação pública, também foi alvo das manifestações. 

O ato na Paulista faz parte da mobilização nacional que tomou mais de 50 cidades do País e foram convocados por entidades estudantis, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes). 

Há ainda cartazes de diversos sindicatos de professores, como a Apeoesp e o Sinpeem, da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Os manifestantes se reuniram no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp). Às 16h, eles fecharam a pista da Avenida Paulista no sentido Consolação em frente ao Masp. Depois, o sentido contrário, Paraíso, foi bloqueado.

Com os cortes na Educação, o contingenciamento nas universidades e institutos federais já soma R$ 6,1 bilhões, e as instituições já declararam publicamente o risco de perder suas atividades devido à falta de investimento. 

 




Fonte: Brasil 247












Nenhum comentário:

Postar um comentário