Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2018

PREFEITO ZÉ REIS DE ALDEIAS ALTAS - MA CONTINUA DESRESPEITANDO E AGREDINDO OS PROFESSORES E A SOCIEDADE

Imagem
Prefeito de Aldeias Altas MA Zé Reis Secretário Municipal de Educação Márcio Gaído A luta continua! A redução real da carga horária é o objetivo maior de nossa luta, nossa reivindicação vai muito além de um simples reajuste. Vamos mostrar para o governo Zé Reis que não somos mercenários, valorização não se refere apenas à remuneração, mas também às condições adequadas de trabalho e à garantia do que nos é assegurado por lei.  Nossa luta também é pela dignidade da pessoa humana, fato esse que o atual governo desconhece, uma vez que está lesando as pessoas do Município. Colegas professores da Educação Infantil e do 1° ao 5° ano do Ensino Fundamental, estamos cobrando direitos que há tempos lhes são lesados por todos os gestores que se alternam no Poder. Não adianta se contentar com tão pouco e a qualquer momento ter esse direito retirado. Acreditem em nossa luta! Seus direitos continuam sendo parcialmente sonegados com a proposta de redução aprese

PAULO PRETO ESCANCARA JUSTIÇA SELETIVA

Imagem
26 de fevereiro de 2018 Enquanto João Vaccari, ex-tesoureiro do PT, está preso há quase três anos sem que se tenha encontrado nada em suas contas no Brasil ou no exterior, o operador das propinas do PSDB, Paulo Vieira de Souza, que movimentou mais de R$ 113 milhões na Suíça, arrecadando recursos para José Serra, Aloysio Nunes e Geraldo Alckmin, continua solto e pode até ser beneficiado pela prescrição de seus processos; "Vaccari foi preso arbitrariamente há muito tempo pelo juiz Sérgio Moro acusado de ser o operador do PT sem quaisquer indícios, não encontraram um centavo sequer em sua conta. Já o operador do PSDB flagrado com 100 milhões na Suíça, dinheiro oriundo de propina, continua livre", escreveu o internauta Kallil Oliveira 247 -  A operação Lava Jato dá mais uma prova da seletividade nas suas acusações. O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto está preso há quase três anos sem que se tenha encontrado nada em suas contas no Brasil ou no exterior. A defe

MULHER DO PRESIDENTE DO TRF2 RECEBEU R$ 12 MILHÕES DA FECOMÉRCIO

Imagem
Ana Basílio: R$ 12 milhões da Fecomércio (Reprodução/Reprodução) Pela primeira vez, a Lava-Jato atinge o judiciário A operação Jabuti, que levou à prisão do presidente da Fecomércio, Orlando Diniz , fez a Lava-Jato do Rio atingir um novo patamar: desta vez, ela se aproxima do Judiciário. A documentação levantada pelo Ministério Público Federal mostra o pagamento de honorários milionários a escritórios de advocacia do Rio. Entre eles está o Basílio Advogados. A banca pertence à Ana Basílio , que é casada com com o desembargador André Fontes , presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. O órgão é responsável pelos recursos da própria Lava-Jato do Rio . Segundo a denúncia, o escritório recebeu R$ 12 milhões para atuar em ações no Tribunal de Justiça do Rio, no STJ e na Justiça Federal. ( Atualização :  O MPF afirma que  “ Não há qualquer elemento indicativo de envolvimento de membros do Poder Judiciário nas investigações até aqui realizadas.

O PREFEITO DE ALDEIAS ALTAS MA DESRESPEITA E AGRIDE OS DIREITOS DOS PROFESSRES

Imagem
Prefeito Zé Reis  Secretário Márcio Gaído O Prefeito José Reis Neto e seu Secretário de Educação Márcio Lobo Lima, mais conhecido por Márcio Gaído neste ano, estão desrespeitando e agredindo os direitos dos Trabalhadores da Educação, não concedendo o reajuste anual de 6,81%, aumentando a carga horária e não implantando 1/3 da jornada semanal fora da sala de aula conforme expressa o §4º do Artigo 2º da Lei nº 11.378/2008. Até o ano passado, os Professores que trabalhavam do 6º ao 9º, era respeitado o 1/3 da jornada semanal fora da sala de aula, ficando prometido para 2018 que os professores que tralhavam do Ensino Infantil ao 5º ano seriam contemplado também com 1/3 da jornada semanal fora da sala de aula, mas o que o prefeito e o secretário querem fazer são coisas absurdas, não concedendo o reajuste salarial de 6,81% que o governo federal determinou para os professores, aumentou a carga horária e não concedeu 1/3 para os professores da Educação Infantil ao 5º an

PREFEITURA DE CAXIAS – MA RECEBE MAIS DE 11 MILHÕES DE REAIS DO FUNDEB EM FEVEREIRO DE 2018

Imagem
2 de fevereiro de 2018 Não é de se estranhar os motivos das “brigas” de vários grupos na disputa para se apossarem da “viúva”, porque esta tem muitas tetas com “leite” que muitos mamam bem por muito tempo. Em Caxias nunca foi, não é e nem será diferente, todos querem se dá bem levando vantagens em cima dos bens públicos, mas vamos nos reportar com a administração atual, que não concedeu reajuste salarial aos Professores aposentados, não pagou as dobras e negou o abono aos Professores contratados. Os “puxas” falam que é por falta de recursos que não se pagou o abono dos Professores contratados, porém, o SINTRAP que acompanha de perto os recursos que chegam do FUNDEB ao Município de Caxias - MA, desmascara quem vem com estes tipos de argumentos. DEMONSTRATIVO DE DISTRIBUIÇÃO DA ARRECARDAÇÃO 02/02/2018 SISBB - Sistema de Informações Banco do Brasil 02:08:36 CAXIAS - MA FUNDEB - FNDO MANUT DES EDUC BASICA E VLRIZ PROF EDUC DATA PARCELA VALOR DIS

URGENTE: PF ACHA TABELA QUE SUGERE PROPINA A TEMER EM PORTOS; LEIA!

Imagem
01 de fevereiro de 2018 O cerco vai se fechando contra Michel Temer em mais uma investigação de corrupção. Um relatório preliminar da Polícia Federal anexado ao inquérito que investiga Michel Temer e outros membros do governo por supostas irregularidades na edição de um decreto para o setor de portos reproduz uma tabela datada de 1998 que sugere pagamentos de empresas do Porto de Santos (SP) ao peemedebista e aliados. A tabela é conhecida das autoridades desde os anos 90, quando foi apresentada pela ex-mulher de um ex-presidente da Codesp, órgão que administra o porto. Ela é parte de outro inquérito, que tramitou no Supremo Tribunal Federal (STF), mas foi arquivado em 2011, na parte relativa a Temer, por decisão do ministro Marco Aurélio Mello. O arquivamento ocorreu depois que Temer (MDB) se tornou vice-presidente de Dilma Rousseff (PT) e o conteúdo da tabela foi divulgado pela “Folha de S. Paulo”. O papel é datado de agosto de 1998 e intitulado “Parcerias realizadas –