04 outubro 2020

PRODUÇÃO NA ÁREA DO PRÉ-SAL BATE RECORDE PELO 2º MÊS CONSECUTIVO


3 de outubro de 2020



Em agosto, foram produzidos 2,776 milhões de barris de óleo equivalente por dia. Desse total, 2,201 milhões de barris por dia de petróleo e 91,398 milhões de m³ por dia de gás natural

 

Pelo segundo mês consecutivo, a produção na área do pré-sal registrou recorde, tanto no petróleo quanto no gás natural.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (2) no Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Em agosto, foram produzidos 2,776 MMboe/d (milhões de barris de óleo equivalente por dia). Desse total, 2,201 MMbbl/d (milhões de barris por dia) de petróleo e 91,398 MMm³/d (milhões de m³ por dia) de gás natural.

“Talvez por isto, que este (des)governo quer doar aos gringos, pois ele é contra as riquezas do Brasil” (crivo nosso)

No recorde anterior, em julho, a produção de petróleo ficou em 2,179 MMbbl/d e a de gás natural 88,88 MMm³.

Segundo a ANP, o resultado representa aumento de 1,4% em relação ao mês anterior e de 14,4% na comparação com agosto de 2019.

"A produção no pré-sal teve origem em 117 poços e correspondeu a 70,7% da produção nacional", escreveu a agência.

Durante o mês de agosto, 33 campos tiveram a suas respectivas produções interrompidas temporariamente devido aos efeitos da pandemia da COVID-19, dos quais 16 marítimos e 17 terrestres, e um total de 60 instalações de produção marítimas permaneceram com produção interrompida.

 

 

Fonte: Brasil 247    por  Sputnik Brasil

 












Nenhum comentário: