Postagens

JORNAL NACIONAL COMPARA DIREITO TRABALHISTA NO BRASIL E EUA E TE FAZ DE BURRO. VEJA PORQUE

Imagem
enviado por Sergio Luiz Bezerra, via Facebook O Jornal da Desgraça Nacional começou a campanha para doutrinar os brasileiros sobre a necessidade da reforma nas leis trabalhistas. Logicamente, para impressionar, decidiu fazer a comparação entre as leis aplicadas nos EUA e aqui. Entretanto, vamos pensar, questionar e colocar na ponta do lápis. A dinâmica econômica americana é igual à brasileira? O salário mínimo nos EUA é de U$ 7,25 por hora, equivalente a R$ 23,70. O salário mínimo nos Brasil é de R$ 5,00 por hora, equivalente a U$ 1,53. 44 horas por semana de trabalho nos EUA representam R$ 1.042,80. 44 horas por semana de trabalho no Brasil representam R$ 220,00. Em quatro semanas de trabalho, representando um mês, o trabalhador americano ganha R$ 4.171,20. Em quatro semanas de trabalho, representando um mês, o trabalhador brasileiro ganha R$ 880,00. O salário mínimo nos EUA é a base, sendo pago para as funções mais comuns e que não exigem

PROCURADOR QUE INVESTIGAVA TUCANOS ERA ATACADO PELA MÍDIA NA ERA FHC

Imagem
Rodrigo Aguiar, via facebook Inversão de valores. Na era FHC, imprensa atacava procurador que investigava tucanos. Luiz Francisco de Souza chegava a ser ridicularizado pela grande mídia. Relembre Tempos seletivos Se a indignação corrente contra casos de corrupção – a maioria ainda baseada em precárias denúncias de meliantes, barcos de lata e pedalinhos infantis – é seletiva, por que a memória não seria? No início dos anos 2000, o procurador federal Luiz Francisco de Souza atazanava tucanos ligados ao presidente FHC . Era RIDICULARIZADO pela chamada grande imprensa : um falso paladino, falso asceta (dirigia um fusca 1985) e petista . Tratamento não apenas diferente, mas CONTRÁRIO ao recebido pelos procuradores da operação lava jato . O jornal O Globo era o mais preocupado com a -cito um editorial- “ ofensiva contra a imagem do próprio presidente da República “. Ao analisar ações de membros do MPF que se aproximavam do gabinete presidencial, o mesmo edito

NOVAMENTE GLOBO MENTE AO DEFENDER ATAQUES DE TEMER AOS TRABALHADORES

Imagem
Fernando Pardal REFORMA TRABALHISTA E A MÍDIA PATRONAL A Rede Globo segue sua campanha pelos ataques contra os trabalhadores e o povo pobre levados adiante pelo governo Temer. Dessa vez foi o jornalista William Waack, âncora do Jornal da Globo, que afirmou que "as relações entre capital e trabalho no Brasil continuam presas a uma visão de oitenta anos atrás". Ele também contou com "explicações" do comentarista de economia, Carlos Alberto Sardenberg. Waack iniciou a edição do Jornal da Globo desta quinta-feira , 22, com um comentário sobre a reforma trabalhista de Temer. Ele disse que a "necessária reforma trabalhista" é "uma das questões mais importantes para o futuro do país" e lamentou que tenha sido necessário uma crise de proporções inéditas para mexer nas "vacas sagradas" dos direitos dos trabalhadores. Dizendo que as relações entre capital e trabalho no Brasil estão presas a uma visão de oitenta anos atrás, Waa

STF SUSPENDE PROJETO DE LEI QUE REPASSA R$ 100 BILHÕES ÀS TELES

Imagem
Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, suspendeu nessa sexta-feira, 23, a tramitação no Senado do projeto de que modifica a Lei Geral as Telecomunicações e concede benefícios no valor de mais de R$ 100 bilhões às operadoras de telefonia; magistrada pede explicações ao Senado Federal pelo rápido andamento do projeto, que seguiria para aprovação sem nenhuma votação em plenário; com a decisão, a matéria não poderá seguir imediatamente para a sanção de Michel Temer (PMDB) 24 DE DEZEMBRO DE 2016 247 com Agência Brasil -   A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, suspendeu nessa sexta-feira, 23, a tramitação no Senado do projeto de que modifica a Lei Geral as Telecomunicações e concede benefícios no valor de mais de R$ 100 bilhões às operadoras de telefonia.  A magistrada atendeu a uma ação dos senadores Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Paulo Rocha (PT-PA). No despacho, Carmen Lúcia pede explicações ao Senado Federal

GOVERNO DEVE ANUNCIAR NESTA SEMANA NOVO GOLPE: A JORNADA DE TRABALHO MÓVEL

Imagem
INTERSINDICAL - Central da Classe Trabalhadora Uma nova ofensiva do grande capital contra a classe trabalhadora está para ser anunciada nos próximos dias. Segundo informações publicadas pelo jornal O Globo de domingo (18), o governo Temer quer criar, por Medida Provisória (MP), a modalidade de contratação por hora trabalhada, com jornada móvel, também chamada de jornada intermitente. Veja o que isso significa para a sua vida: 1. O empregador poderá acionar o trabalhador ou a trabalhadora a qualquer momento ou dia da semana, para trabalhar e ser remunerado por apenas algumas horas. 2. O trabalhador ou a trabalhadora terão de ficar de plantão 24 horas para a empresa ou empregador sem receber por isso. 3. Férias e 13° serão calculados proporcionalmente às horas trabalhadas. Esse modelo de contratação é um antigo pleito dos empresários e será “vendido” pelo governo e pela grande mídia como uma “grande solução para o desemprego”. Em troca, o funcionário poderá

A "OPERAÇÃO OI" É O MAIOR ESCÂNDALO DO ANO. E VOCÊ NEM OUVIU FALAR

Imagem
Esquerda Valente Está acontecendo nesse exato momento o maior golpe no bolso do brasileiro desde - bem, talvez desde sempre. Segundo o Tribunal de Contas da União, pode chegar a R$ 105 bilhões. Isso faz o prejuízo da Petrobras pelas mãos das empreiteiras e políticos envolvidos na Lava-Jato, de R$ 20 bilhões, parecer fichinha. Para você ter uma ideia, dá para pagar quatro anos de Bolsa Família . Ou dá para cobrir os R$ 72,5 bilhões do rombo da Previdência da União em 2016 (e ainda sobra uma graninha boa, mais de trinta bi). Segundo outras fontes, talvez seja menos bilhões. Quanto exatamente? Essa é uma das questões chave. Muito, muito dinheiro de qualquer jeito. Vamos dar um apelido fácil de lembrar? Que tal chamar de "Operação Oi"? Essa trama começa em junho. Quando a Oi entrou com o maior pedido de recuperação judicial do país, no valor de R$ 65 bilhões . Poucos dias depois saíram as primeiras reportagens sobre uma possível "mudança regulatória" nas

JANOT QUER FIM DO SIGILO NA DELAÇÃO DA ODEBRECHT, QUE PODE DERRUBAR TEMER

Imagem
Para evitar acusações de vazamento contra o Ministério Público, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedirá o fim do sigilo sobre as 77 delações da Odebrecht, que atingem Michel Temer (R$ 10 milhões em dinheiro) e vários de seus ministros, como José Serra (R$ 23 milhões na Suíça), Eliseu Padilha (R$ 4 milhões em cash) e Moreira Franco (propina nos aeroportos); a delação também atinge outros articuladores do golpe de 2016, como o senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de ter despesas pessoas pagas pela Odebrecht, por meio de seu marqueteiro; pedido será analisado pelo ministro Teori Zavascki, que prometeu trabalhar durante o recesso para dar conta do volume de processos 19 DE DEZEMBRO DE 2016 247 –  Para evitar acusações de vazamento contra o Ministério Público, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedirá o fim do sigilo sobre as 77 delações da Odebrecht. "Em encontro com senadores e deputados federais, o procurador-geral da República, Rodrig